Com o casamento o namoro não acaba

Você se lembra daquele misto de nervosismo e agitação que sentiu quando começou a namorar? Claro que ele, ainda não era seu marido. A primeira vez que vocês saíram, mal se conheciam, mas não foi por isso, que começaram a namorar? Você queria conhece-lo melhor. Você queria descobrir como ele era e do que gostava. E ele também a você.
Os encontros eram divertidos. Você esperava com ansiedade a noite ou o dia especial do encontro, os momentos que ambos separavam para ficar juntos e usufruir da companhia um do outro. Por fim, o namoro os deixou convictos de que aquela era a pessoa com quem gostariam de passar o resto da vida e, então, se casaram. E o namoro terminou.
Que pena!
Se namorar era tão divertido e lhe deu a oportunidade de conhecer realmente seu futuro cônjuge, por que você parou? Como já está casada, não tem mais vontade de se divertir? Já sabe tudo o que precisaria ou gostaria de saber a respeito do seu cônjuge?
Talvez você esteja naquela fase em que estar casado é mais trabalho do que diversão. Você pode estar entediada com seu marido e estar em busca de um pouco de estímulo. Não procure mais. Seu marido ainda possui aqueles atributos que atraíram você de imediato, e muitos outros! Isso mesmo, quer você perceba, quer não, seu parceiro no casamento cresceu positivamente em aspectos que precisam ser descobertos. O que você deve fazer é decidir namorar outra vez a pessoa maravilhosa com quem se casou, e acabará percebendo que ela está melhor e mais interessante do que nunca. E você pra ele!
Por definição, o namoro “é um encontro marcado que produz algum tipo de atividade social”. Então, trate-o desta forma. Quando seu marido estava te cortejando, ele não aparecia simplesmente à porta da sua casa sem avisar e dizia: “Oi, cheguei. Vamos sair.” E você, esposa, não dizia ao seu cavaleiro andante: “Não estou com vontade hoje. Estou com dor de cabeça.”
Nada disso! Os planos eram feitos com antecedência. Você procurava ter ideias criativas para encontros. Ele ligava te convidando para sair e você aguardava com ansiedade o dia, marcando a data e contando os minutos.
Faça a mesma coisa agora. Pense em um local ou em uma atividade especial, telefone pra ele e marque um encontro. Ocupados como são, vocês precisam marcar um compromisso. Quando chegar a data do encontro, apronte-se. Da mesma forma que você cuidava da aparência e se perfumava bem quando namoravam, mostre-se bem arrumada para ele. E ele faça o mesmo. Um dos pontos fundamentais para um casamento saudável é você continuar a atrair o seu marido, e ele se sentir atraído por você.
Quando estiverem juntos, demonstrem interesse um no outro. Façam perguntas. Você não sabe tudo a respeito dele e nem ele de você. Além do mais, vocês estão crescendo em aspectos que não percebem, e estão se transformando em uma nova pessoa e precisam se descobrir totalmente. Namorar fará maravilhas por seu casamento. É capaz de reanimar o casamento.
Nas pequenas coisas...
Faça do namoro um hábito. Saia para namorar no mínimo uma vez por mês.
Seja criativo em seus encontros, e não pense que precisa gastar muito dinheiro.
Você pode fazer um jantar especial em casa mesmo! Use sua criatividade!
Ele: Recupere a arte perdida de abrir portas e puxar cadeiras para sua esposa.
Você: Diga ao seu marido como ele está bonitão, mesmo que ele tenha perdido alguns fios de cabelo e ganho alguns quilos desde que o conheceu.
Encontre outro casal que partilhe da sua paixão por namorar e combinem de cuidar dos filhos uns dos outros quando quiserem sair.
Dê um presente, de vez em quando, ao seu “namorado”.
Ele: Presenteie sua namorada. Pode comprar flores – elas amam!
Para mudar o ritmo de verdade, termine o passeio em um hotel.
Não importa quanto tempo vocês estejam casados, sempre trate seu marido com respeito. E você marido, ame a sua esposa – como Cristo ama a sua igreja.