Sua família vai bem?

Essa é uma pergunta que temos que nos fazer constantemente. Temos vivido dias de grandes desafios neste mundo. Alguns especialistas chegam a afirmar que é o período mais difícil da história da sociedade. Nunca o ser humano foi tão endurecido e deformado como atualmente, e a família é a primeira que sofre com as consequências disso.

Pouco antes da sua morte, Josué reuniu todo o povo e lembrou-lhe de tudo o que o Senhor já havia feito por eles. E então disse: “Agora temam o Senhor e sirvam-no com integridade e fidelidade. Joguem fora os deuses que os seus antepassados adoraram além do Eufrates e no Egito e sirvam ao Senhor. Se, porém, não agrada a vocês servir ao Senhor, escolham hoje a quem irão servir, se aos deuses que os seus antepassados serviram além do Eufrates, ou aos deuses dos amorreus, em cuja terra vocês estão vivendo. Mas eu e a minha família serviremos ao Senhor” (Js. 24.14-15).

De todas as coisas, Josué fala da importância de a nossa casa servir ao Senhor. E mesmo hoje, em um tempo tão diferente daquele, isso ainda faz toda a diferença.

Certa vez, John MacArthur disse que “a igreja é o principal instrumento que Deus tem neste mundo”. A resposta à indagação e à inquietude desta geração está em Jesus, Ele é a solução. As pessoas estão desesperadas e sem saber o que fazer, mas nós temos a esperança. E vamos demonstrar isso pela maneira com que glorificamos ao Senhor com a nossa família.

Então, como podemos fazer isso? Como garantir que o nosso lar seja um lar de paz, que não se deixa invadir pela influência do mundo e que abençoa as pessoas? Existem três pontos que podem nos ajudar:

Vida devocional
Jesus nos chamou para sermos sal e luz (Mt. 5.13-14), para sermos diferentes. E isso só é possível quando temos um relacionamento com Ele. Precisamos parar de brincar com as coisas de Deus, levá-las a sério e ter temor no nosso coração. Jesus deve ser a nossa prioridade, o primeiro lugar em nossa vida.

Por isso, se queremos impactar a nossa geração, a primeira coisa de que temos que cuidar é a nossa intimidade com Deus. É a Palavra que nos mostra quais os valores pelos quais temos que viver (Cl. 3.16). É através da oração que conseguimos ouvir a Deus, conhecer o Seu coração. Esse é o segredo, é onde recebemos alimento, direção e consolo.

Você tem orado pela sua casa? Tem colocado seu marido e seus filhos diante do Senhor sempre? Tem intercedido pelo futuro dos seus filhos, seus estudos, seu casamento, sua profissão? O que tem entrado em sua casa? Você coloca louvores enquanto está lá, ouve mensagens? Todas essas práticas nos ajudam a ter um lar de paz, seguro nas mãos do Senhor.

Quando nosso relacionamento com o Pai está em primeiro lugar, todas as outras coisas se organizam onde deveriam estar, principalmente nossas relações familiares.

Amor e honra ao cônjuge
O casamento é como um outdoor, a maneira como nos relacionamos com o nosso cônjuge pode aproximar ou afastar as pessoas de Deus. O texto de Efésios 5.22-33 nos deixa um manual completo de como deve ser o tratamento entre marido e mulher. O homem deve amar sua esposa como Cristo amou a igreja, precisa cuidar dela, ser tolerante, educado, sensível, trazer segurança. Agora, a mulher deve honrar seu marido, demonstrando respeito, atendendo às suas necessidades, encorajando e amando em palavras e atitudes.

O relacionamento entre marido e mulher faz a diferença numa casa que se compromete em servir ao Senhor. Lembre-se: quando pecamos contra o nosso cônjuge, pecamos primeiro contra Deus.

Cuidado com os filhos
A terceira área com que devemos nos preocupar é o cuidado com nossos filhos. Em Salmos 127.3, a Palavra diz que eles são a “herança do Senhor, uma recompensa que Ele dá”. Muitas vezes, somos tão amorosos com os de fora da nossa casa, e somos duros demais com os nossos filhos. Isso acontece quando nos falta o óleo do Espírito Santo.

Precisamos ensinar os nossos filhos através da nossa vida, das nossas atitudes. Guiá-los nos caminhos do Senhor e lançar as sementes da Palavra sobre eles. Preste atenção em suas palavras, no que você fala, na maneira como age. As crianças, principalmente, vão absorver e imitar tudo o que fizermos, por isso precisamos ser bons modelos de pessoas que servem a Deus. Não somos perfeitos e sempre vamos errar, mas precisamos da sabedoria do Senhor para agir sempre da melhor maneira dentro da nossa casa.

Como vai a sua família? Há momentos em que precisamos buscar a Deus e fazer uma limpeza em nosso coração e em nossa casa, nos livrarmos de tudo o que traz confusão e tristeza. Quando se trata de fazer o que é melhor para a nossa família, não podemos ficar esperando as pessoas, precisamos agir e restaurar o altar da nossa casa.

Rompa hoje mesmo com tudo aquilo que tem atrapalhado a sua vida com o Senhor, a sua vida conjugal e o seu relacionamento com os seus filhos. Seja sal e luz dentro da sua casa e viva para a glória de Deus!

Pastora Suely Bezerra